Como escolher sua Sapatilha de Ponta

fevereiro 17, 2011

por José Luiz

José Luiz

Uma das perguntas mais comuns que me fazem sempre é: Qual é a melhor sapatilha de ponta?

Isto é uma pergunta de difícil resposta, até porque, a melhor, em geral, é a que você já esta acostumada a usar. Trocar de marcas de sapatilha de ponta, sempre exige uma cerca adaptação ao novo modelo. Mas existem alguns parâmetros que podemos adotar para uma melhor escolha.

1º – Qualquer que seja a marca, o fabricante deve lhe oferecer opções de variedades de modelos para os diversos tipos de pé, escala de medidas de tamanho de número e número e meio, exemplo, número 37 e 37 ½.

2º – A palmilha de cada modelo deve ter variações no grau de dureza, para poder adaptar-se a curvatura do peito de pé, peso da bailarina, força do pé  e nível técnico.

3º – É desejável também, que ofereça modelos para o nível de iniciantes, intermediários e adiantados, e assim a bailarina evolui sem a necessidade de trocar de marca.

4º – Um site na Internet, oferecendo informações mais técnicas de cada modelo, é tido como um padrão a ser seguido atualmente.

Ao ajudarmos uma bailarina na escolha da sapatilha, de uma  maneira simplista, avaliamos quatro itens:

  1. A terminação dos pés (Pé Egípcio-Grego-Polinésio), que definirá o modelo da sapatilha
  2. O peito do pé (eixo lateral) versus palmilha,
  3. O peso,
  4. O nível técnico.

TIPOS DE PÉ

O primeiro passo na escolha da sapatilha é definir o tipo de pé da bailarina

Os pés podem ser categorizados em três grupos distintos segundo a terminação dos dedos.   Pés tipo Grego (A),    Egípcio (B) e   Quadrado ou Polinésio (C).

O traço preto faz referencia ao apoio que o Box dará aos dedos.

Ao examinarmos o pé, devemos fazer uma compressão, com a mão,  nas bordas laterais do pé, a fim de ter uma idéia de como o pé vai ficar quando sofrer a compressão do Box, e assim identificar melhor o formato do pé. Para cada formato de pé, existe um modelo de sapatilha.

PEITO DE PÉ VERSUS PALMILHA

A regra aqui é, quanto mais peito de pé, mais dura a palmilha; quanto menos peito de pé, mais macia a palmilha.   A força do pé também deve ser considerada, porém percebo que as pessoas não têm a menor idéia do que é um pé forte; tanto que, é comum ouvir que a sapatiha quebra por que o pé é muito forte, o que raramente é verdade.

Com relação ao tamanho da palmilha, o padrão atual é ¾, porém, alunas com muito peito de pé, podem usar palmilhas inteiras, o contrário quase nunca, salva nos casos de sapatilha iniciante com palmilha inteira, nestes casos, apesar da palmilha ser inteira, toda a sapatilha é mais macia, inclusive a palmilha.

Outro aspecto a ser considerado é o eixo de apoio ideal. Na figura (A) temos o eixo ideal, onde o centro do tornozelo alinha-se  em linha reta com o s dedos; nesta situação podemos escolher a sapatilha segundo a força do pé, ou o  nível técnico da bailarina. Na figura (B) , temos a situação em que o pé tem pouco peito de pé, impedindo que a bailarina tenha um bom alinhamento e equilíbrio na ponta, nesta caso, usamos uma palmilha macia, que não seja uma resistência para subir na ponta. Na figura (C), temos o pé com muito peito de pé, e que vai além do eixo ideal, nestes casos, damos preferência para palmilhas mais duras, a fim de segurar o pé, e evitar que os dedos saiam do Box ao subir rapidamente.

O PESO

Quanto ao peso da bailarina, só existe uma regra. Bailarina tem que ser magra.

Qualquer tentativa de usar sapatilha de ponta com peso acima da média, gera uma sobrecarga nociva aos pés.

Mas vamos às regras para facilitar:

- Magrinha: sapatilha macia, com palmilha macia,

- Nem magra, nem gorda: Palmilha normal ou reforçada,

- Gordinha ou muito alta (pesada): Palmilha reforçada ou super reforçada.

OBS.:  Quando temos a mescla de fatores divergentes, como por exemplo: pouco peito de pé (palmilha macia), com muito peso (palmilha reforçada); a sugestão é optar por  palmilha reforçada.

NIVEL TÉCNICO

Não tem muito mistério.

- Iniciantes: Usar sapatilhas para iniciantes, que geralmente são sapatilhas macias, palmilhas inteiras ou três quartos, com solas de mesmo tamanhos.

- Adiantado ou Profissionais: São sapatilhas mais firmes, geralmente com palmilhas de tamanho ¾  ou ½  no caso das profissionais.

Neste caso não significa que uma menina não possa usar uma sapatilha profissional caso queira, pode, mas terá que ter um pé forte e um bom nível técnico.

Podemos colocar uma sapatilha profissional em uma iniciante ?

Sim podemos, pois há casos como, por exemplo,  uma menina com o pé muito largo,  e como não há sapatilha iniciante com Box quadrado, colocamos uma Nikya ou Anne mas com uma palmilha do tipo “S” (Soft), para compensar.

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES

- Não é unicamente a dureza da palmilha que dará a durabilidade da sapatilha. Fatores como modo de uso e conservação da sapatilha terão maior importância.

- Não guardar a sapatilha em sacos plásticos, pois o suor fará com que a sapatilha amoleça rapidamente.

- Orientar as alunas para não deixar as ponteiras dentro da sapatilha após o uso, pelo mesmo motivo exposto acima.

- Sapatilha adora sol, após cada uso, devemos deixá-la secar ao sol . Isto ajudará a manté-la dura por mais tempo.

- Evite “quebrar” a sapatilha debaixo de moveis ou pianos. Isto só acelera o amolecimento da mesma. A sapatilha deve ser moldada no pé com o uso, ou levemente amassada a sola na altura da curvatura do peito do  pé.

- Não ficar limpando  com álcool ou Veja, ou usando maquiagem para esconder a sujeira. O melhor é usar uma meia por cima da sapatilha, isto manterá a sapatilha limpa até o espetáculo.

- Sapatilhas duram  em média de 3 a 6 meses para iniciantes, 1 a 2 meses para adiantado em diante, podendo durar até 2 semanas no caso de profissionais .  Lembrando que vários fatores interferem na durabilidade, sendo o mais importante o modo de uso.

About these ads

7 Respostas to “Como escolher sua Sapatilha de Ponta”

  1. Anonimo Diz:

    Adorei essas “dicas”, vão ser muito uteis para mim, pois entrei na ponta não faz muito tempo e estou vazendo umas pesquisas sobre qual sapatilha deveria usar…
    Tinha muitas duvidas em relação a isso mas agora esta tudo muito mais claro!
    Obrigado
    *-*

  2. Anonimo Diz:

    Aff!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. Leeh Diz:

    amei o blog,mais eu queria saber quais exercicios eu posso fazer para ficar com o famoso”pé de bailarina!”,sendo que o meu pé é tipo A ?


    • Olá Letícia, o ideal é que você faça exercícios com resistência elástica (Theraband), para fortalecer e alongar o pé e também o tornozelo, pois temos que pensar em fortalecimento global da articulação e se você puder procurar um fisioterapeuta ele vai te avaliar e te orientar da maneira mais adequada. Também é importante que você use uma sapatilha de ponta correta para o seu tipo de pé para evitar lesões.
      Espero ter tirado suas dúvidas e qualquer outra pode escrever.
      Atenciosamente,
      Renata Gouveia
      Fisioterapeuta e Bailarina do TMRJ.

  4. Leeh Diz:

    como se faz uma chinerina??

  5. giovanna Diz:

    qual a sapatilha ideal pra quem nao tem força no pe??


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: